Vera Cruz - RS, quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
Publicado 20/07/2018 » Geral
Publicação sobre abuso alerta pais
Fonte: Jornal Arauto

Nesta semana repercutiu, principalmente nas redes sociais, o caso de um homem que supostamente estaria abusando de crianças. O caso chegou até a Delegacia de Polícia de Vera Cruz e, apesar do alvoroço, de causar choque em muitos pais, segundo o delegado Paulo César Schirrmann, até o momento este é um caso isolado. “Acreditávamos que devido à repercussão poderia desencadear outras denúncias, mas até o momento não”, frisa.  

Mesmo sem haver outros registros, o Conselho Tutelar recebeu nesta semana, em forma de denúncia anônima, pelo menos cinco relatos de casos de assédio, sendo as vítimas crianças e adolescentes. Os casos estariam relacionados.  

Na Delegacia de Polícia, a suposta vítima alegou que o indivíduo estava dentro de um carro se masturbando, teria aberto o vidro e chamado a garota, que estava acompanhada de uma colega. O fato teria ocorrido pela segunda vez na semana passada. Em depoimento na Delegacia de Polícia, a menina diz que ao passar próximo ao carro, teria avistado o homem se acariciando. Em depoimento, o homem acusado de assédio negou os fatos e se disse indignado. Inclusive, registrou ocorrência contra a mãe de uma das jovens.

Com as partes já ouvidas, o delegado Schirrmann dá andamento ao caso. “O procedimento está pronto. Devido à repercussão vamos aguardar essa semana para certificar se eventualmente terão outros relatos. Até semana que vem deve ser remetido ao Juizado Especial Criminal, onde terá audiência das partes”, explica. ”Até o momento é a palavra de um contra o outro. Não houve testemunha, não houve fotos, não houve documentação nenhuma. Existem os relatos”, enfatiza. 

ALERTA
O caso isolado que chegou até a Delegacia de Polícia está servindo de alerta para os pais, crianças e adolescentes. Para Schirrmann, é importante que pais e filhos tenham um diálogo franco e aberto. “Os pais devem ter inteira confiança nos filhos, devem ser as pessoas que sabem de tudo o que acontece com os filhos, em qualquer situação”, acredita. “Às vezes um filho pode ter uma interpretação não tão significativa e o pai pode ver ali algo importante, algo a ser investigado e que deve ser levado às autoridades públicas”, acrescenta.

No entanto, é importante também que as pessoas tenham a consciência de que qualquer tipo de acusação é um fato grave e que é necessária uma prova. “Não se deve agir com leviandade, é preciso serenidade para avaliar o caso”, reflete.

Além de pais e filhos manterem um bom diálogo, eles podem e devem ficar atentos a movimentações e comportamentos estranhos. 

Confira a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira, do Nosso Jornal.

Delegado Schirrmann deve encaminhar na próxima semana o caso ao Juizado Especial Criminal (Foto: Jornal Arauto)






JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet