Vera Cruz - RS, sábado, 18 de agosto de 2018
Publicado 10/08/2018 » Geral
De janeiro a julho, 818 cortes de luz; 342 de água
Fonte: Jornal Arauto

Esqueceu de pagar a conta? Ficou sem dinheiro naquele mês e se perdeu nas finanças? Se você é um desses, atente. A inadimplência pode levar ao corte de alguns serviços. Em Vera Cruz, de janeiro a julho deste ano foram 818 suspensões no fornecimento de energia e 342 no de água. Em outros números, uma média de quase quatro cortes de luz por dia e 1,6 de água a cada 24 horas. O que explica isso? Alguns diriam que o salário não cresce na mesma proporção das despesas; outros falariam em má administração do orçamento. Indiferentemente da justificativa, as contas existem e precisam ser pagas para que cortes não aconteçam.

Aliás, você sabe como funcionam os cortes? Quais os dias da semana eles são feitos e como é possível reaver o abastecimento? A dúvida, talvez, seja latente para alguns. De acordo com o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), responsável pela distribuição de água em Vera Cruz, as interrupções não acontecem nas sextas-feiras, nos fins de semana e na segunda quinzena do mês. “O Semae cuida para não prejudicar o cidadão, dar tempo para ele acertar suas contas e agilizar a religação quando do corte”, frisa o dirigente do órgão, Ivan Rodrigues. O abastecimento de água só é interrompido, segundo ele, a partir da terceira conta ou do terceiro mês de atraso. “A inadimplência é considerada moderada a baixa em nosso município”, destaca Ivan, que lembra que os débitos poderão ser inscritos na dívida ativa municipal.

Os cortes de energia elétrica também não acontecem nos fins de semana. De acordo com a RGE Sul, eles seguem uma resolução normativa que estabelece que a suspensão deve ser feita em dia útil e em horário comercial. Podem ter o abastecimento suspenso os clientes que não efetuarem o pagamento após a notificação de débito. Após o vencimento da fatura são dados 15 dias corridos para a regularização da dívida. A RGE explica ainda que se, em vistoria, for identificada que a unidade consumidora cortada foi auto religada à revelia, há suspensão imediata do fornecimento e a emissão de uma notificação ao cliente. Nos casos em que o cliente já está cortado e tendo transcorrido dois ciclos completos de faturamento, a distribuidora poderá rescindir o contrato da unidade consumidora e retirar os equipamentos de medição.

(Foto Arquivo Arauto)






JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet