Vera Cruz - RS, terça-feira, 18 de dezembro de 2018
Publicado 04/12/2018 » Geral
600 quilos de carne são recolhidos
Fonte: Jornal Arauto

Quase 600 quilos de carne sem procedência e armazenadas em péssimas condições foram apreendidas em uma operação coordenada pela Polícia Civil de Vera Cruz, na manhã de sábado, dia 1º de dezembro. Ao todo, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão em 16 propriedades de Linha Henrique D’Ávila, Corredor Tornquist, Vila Triângulo, Linha Fundinho, Mato Alto, Linha Capão e no bairro Arco-Íris. A ação atendeu a um pedido do Ministério Público e foi focada no entorno de Linha Henrique D’Ávila devido à concentração das denúncias. 

Segundo o titular da Delegacia de Vera Cruz, Paulo César Schirrmann, a operação era organizada há bastante tempo. “Nós reunimos uma série de informações referentes a locais que havia a prática do abate clandestino. Atendemos a um clamor da comunidade de Vera Cruz, principalmente daqueles estabelecimentos que vendem carne de forma regularizada. Foram insistentes pedidos nos órgãos de fiscalização para que ocorresse esta ação” destaca.

Ainda de acordo com o delegado, em alguns locais, embora não tenham sido encontradas carnes irregulares, foram apreendidas anotações e blocos que servem como prova de que havia uma prática ilegal. 

Para os proprietários destes estabelecimentos, a lei prevê pena de detenção de dois a cinco anos a quem vende, tem depósito ou entrega materiais impróprios para o consumo. A polícia agora dará andamento ao inquérito e seguirá apurando outras denúncias.
As maiores apreensões

Em um açougue de Linha Henrique D’Ávila foram apreendidos 93 quilos de carne de porco, 20 quilos de salsichão sem procedência e pacotes de salsicha vencida. Já em um da Vila Triângulo foi apreendida carne sem nota. O funcionário alegou à Vigilância Sanitária que havia abatido o porco em um matadouro da localidade. O técnico da Vigilância entrou em contato com o matadouro, que passou a informação de que a carne não teria sido abatida lá. Neste estabelecimento foram apreendidos 250 quilos de carne de porco e de gado. Em outro açougue foram recolhidos embutidos contendo grama, sujeira e até cabelo. O montante de produtos apreendidos foi levado a Cruzeiro do Sul, tendo como destino a empresa Faros, que fabrica farinha de ossos.

MEDICAMENTOS
A Vigilância Sanitária apreendeu, também durante a operação de sábado, analgésicos e antigripais em um mercado de Linha Henrique D’Ávila. A comercialização, neste tipo de estabelecimento, é proibida. O proprietário do mercado vai responder processo administrativo sanitário.

Carne de gado, de porco e salsichão foram alguns dos itens recolhidos na manhã de sábado (Foto Lucas Batista/Jornal Arauto)






JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet