Vera Cruz - RS, terça-feira, 23 de julho de 2019
Publicado 05/02/2019 » Geral
Candeeiro registra um dos maiores rodeios
Fonte: Jornal Arauto

O fim de semana foi de reforçar os laços com o tracionalismo gaúcho, durante o 21º Rodeio Crioulo Estadual promovido pelo CTG Candeeiro da Amizade. O evento, que ocorreu entre os dias 1º e 3 de fevereiro, reuniu ao longo dos três dias cerca de quatro mil pessoas, sendo considerado um dos maiores rodeios realizados pela entidade, conforme frisa o patrão Dilvo Schroeder. Ao todo, o evento reuniu 93 equipes, três a menos do que a edição anterior, que contou com 96 equipes. “Apesar de ter menos equipes, muitas pessoas circularam pelo Candeeiro nestes três dias”, ressalta. 

O aumento de público, segundo Schroeder, tem relação com as visitas que o Candeeiro realiza por diversas cidades da região, participando de eventos tradicionalistas. “Agora eles retribuíram a visita. Além de movimentar nosso CTG e a cidade, é uma forma de integrar”, avalia.

O rodeio contou com competidores e admiradores vindo de Vale do Sol, Lajeado, Sobradinho, Venâncio Aires, bem como de cidades mais distantes, como Anta Gorda e Forquetinha. “O acampamento esteve movimentado, as competições também. Transcorreu tudo bem, foi um sucesso”, comemora Schroeder ao lado do filho Daniel Schroeder, capataz da campeira. 

Ao longo dos três dias, os competidores participaram de provas, divididas em modalidades. Entre elas, patrão, capataz, piá, prenda, pai e filho, provas individuais, em dupla e em equipe, dentre outras.

PRESENÇA FEMININA 
Não é de hoje que o público feminino é presença maciça nos rodeios, para acampar, torcer e competir. Júlia Macedo, Priscila Pozzebon, Andressa Baumann, Lana Gabe e Simone Kohl são do CTG Tropeiros do Vale, de Vale do Sol. Sentadas na primeira fileira para assistir as provas de tiro de laço, elas fortaleceram a torcida pelos companheiros, laçadores, e torcer pelo desempenho do Tropeiros do Vale. Simone foi além. Mais do que torcer, ela competiu. A laçadora pratica desde os quatro anos de idade, tem os irmãos laçadores e foi totalmente influenciada pela família tradicionalista. Tem até mesmo uma pista para praticar o laço nos fundos de casa, em Campos do Vale. Desde sempre, reforça ela apoiada pelas amigas, amor pela tradição gaúcha vem de berço.







JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet