Vera Cruz - RS, domingo, 21 de abril de 2019
Publicado 05/02/2019 » Polícia
Corpo pode ser de aposentado
Fonte: Grupo Arauto

A Polícia Civil de Vera Cruz ainda tenta desvendar a identidade do homem encontrado morto dentro da água de um poço, a cerca de 100 metros da margem da ERS-412, na Vila Triângulo, interior do município, na tarde deste sábado, dia 2, e o que causou sua morte.

A suspeita é de que seja o corpo de Alvício Rocha, de 72 anos, desaparecido em dezembro do ano passado, em Santa Cruz do Sul. Sem indício e sem identificação, o corpo foi encaminhado para a perícia no departamento Médico Legal (DML) de Porto Alegre. 

Nesta segunda-feira, dia 4, familiares de Alvício Rocha foram ao Instituto Geral de Perícias (IGP), onde foi coletado material genético que será encaminhado para Porto Alegre e confrontado com material genético da vítima. Conforme o delegado Paulo César Schirrmann, titular da Delegacia de Polícia de Vera Cruz, o resultado deve demorar alguns dias. Já o resultado preliminar da perícia feita na vítima deve sair ainda esta semana.

Segundo o delegado titutar da 2ª Delegacia de Polícia de Santa Cruz, Alessander Garcia, em conversa com familiares há indicativos de que seja Alvício Rocha, pois ele é torcedor do Grêmio. “A família também sentiu falta de um camisa dele do Grêmio”, revela. 

De acordo com o delegado Paulo César Schirrmann, titular da Delegacia de Polícia de Vera Cruz, devido ao avançado estado de decomposição, ainda não foi possível identificar a causa da morte. “Acreditamos que o corpo estava lá há bastante tempo porque não foi possível visualizar um corte ou uma possível marca de tiro. Depois de vários dias, só com o trabalho do médico legista para apontar a causa da morte”, afirma.
O homem aparenta ter mais de 40 anos e vestia calça e uma camiseta do Grêmio.Apesar da suspeita, qualquer informação que possa colaborar no trabalho da investigação policial pode ser repassada através do telefone 197.

O CASO
Segundo informações da  Brigada Militar, o corpo foi encontrado por um popular que foi até o poço pegar água para tratar os animais. O corpo, que estava com a barriga para baixo na água, foi removido do poço pela equipe do Instituto Geral de Perícias de Santa Cruz do Sul e pelo Corpo de Bombeiros Misto de Vera Cruz. A suspeita é de que pelo estado avançado de decomposição o cadáver já estivesse no poço há cerca de duas semanas.

Polícia Civil, Bombeiros e IGP estiveram no local na tarde de sábado (Foto: Jornal Arauto)






JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet