Vera Cruz - RS, terça-feira, 23 de julho de 2019
Publicado 10/05/2019 » Geral
Ato deve mobilizar 10 mil pessoas
Fonte: Jornal Arauto

Na próxima semana, lideranças e produtores rurais da região vão se mobilizar para lutar pela valorização dos agricultores familiares, por políticas públicas e contra a perda de direitos da Reforma da Previdência Social. O ato, denominado de Grito de Alerta, acontece na quarta-feira, dia 15, em Santa Cruz do Sul, com início às 8h30min. As caravanas serão recepcionadas no Parque da Oktoberfest.  

Às 10 horas, o grupo sai em caminhada, passando pelo SindiTabaco (para reivindicar melhoria na compra e uma negociação justa), Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal (para cobrar mais recursos para a habitação rural, crédito fundiário e  plano safra) até o INSS (com a maior pauta: reforma na Previdência), onde se concentra a mobilização. 

A estimativa é reunir cerca de 10 mil pessoas, conforme adianta Cristian Wagner, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Vera Cruz. Segundo ele, a 9ª edição do Grito de Alerta, lançada em março, terá a participação de todos os municípios do Estado, incluindo as  regiões do Vale do Rio Pardo e Baixo Jacuí. “Esperamos levar, no mínimo, 200 pessoas de Vera Cruz”, projeta. “O restante do público deve vir dos demais municípios do Estado, onde a nossa federação tem representação”, completa.

Este é um momento de mudanças e das chamadas reformas. “Este evento tem a importância de mostrar a força dos agricultores e que somos favoráveis à reforma desde que ela não atinja os trabalhadores, povo este que produz o alimento do povo brasileiro”, sublinha Cristian Wagner. 

Ao mesmo tempo em que estará ocorrendo o ato em Santa Cruz, uma comissão se reúne com representantes do governo para discutir os principais pontos, como: a manutenção dos direitos previdenciários, garantia de recursos financeiros para o plano safra 2019/2020, desburocratização e ativação imediata do crédito fundiário, garantia de recursos e reativação imediata do Programa Nacional de Habitação Rural e a garantia dos repasses por parte da União para custeio na área da saúde. 

Já o Comitê contra o fim da Previdência Social convida para o ato que será realizado a partir das 9 horas, concentrando na praça em frente à Lothar Krause, também em Santa Cruz.  
Wagner avalia que além da previdência, existem outras reformas que estão para serem feitas e que vão atingir os agricultores. “Olhando as pautas, isso tem relação com a habitação rural, crédito, dentre outras”, diz. O Grito de Alerta é uma realização da Fetag-RS, Fetar-RS, das macros regionais central e missões fronteira noroeste, regionais sindicais e STRs. 

Confira a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira, do Nosso Jornal.

Lançamento do ato ocorreu em março, em Santa Cruz (Foto: arquivo Portal Arauto)






JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet