Vera Cruz - RS, quarta-feira, 16 de outubro de 2019
Publicado 27/09/2019 » Geral
Interesse tem, mas critério não permite
Fonte: Jornal Arauto

Os estados e municípios que se enquadram nos critérios do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares têm até hoje para manifestar interesse. A gestão híbrida compartilhada com civis e militares tem a proposta de implantar 216 escolas em todo país até 2023, sendo 54 por ano. O projeto-piloto será implantado a partir do ano que vem. No Estado, duas escolas da rede estadual serão contempladas: uma em Alvorada e outra em Caxias do Sul. Apesar de não se enquadrarem neste momento no programa, as Secretarias de Educação de Vera Cruz, Vale do Sol e Santa Cruz afirmam que o modelo seria interessante.

VERA CRUZ
“Acredito que qualquer município tenha interesse de instalar uma escola cívico-militar, mas nós, a nível de município, enquanto escolas municipais ficamos de fora, pois o primeiro critério é que a escola tenha entre 500 e 1.000 alunos do 6º ao 9º ano e não temos nenhuma neste perfil”, explica o secretário, Cláudio Stoeckel. ”Com certeza é uma alternativa muito válida, pois existem várias escolas militares que funcionam no Brasil e muito bem. Têm ótimos resultados em nível de conhecimento, disciplina, de estrutura”, avalia.

VALE DO SOL
Conforme a titular da pasta de Vale do Sol, Deisi Cristiani Blasi dos Santos, o município teria interesse, porém, nenhum educandário tem o número de matrículas exigidas para participar da seleção. “O interesse se daria principalmente pela concentração dos eixos de atuação: educacional, com atividades para fortalecer valores humanos, éticos e morais e incentivar a formação integral dos alunos; didático pedagógica, com atividades de supervisão escolar e psicopedagogia para melhorar o processo de ensino e aprendizagem; e administrativa, com ações para melhorar a infraestrutura e organização das escolas”, reflete.

SANTA CRUZ DO SUL
Em Santa Cruz do Sul, conforme a assessoria da secretária de Educação, Jaqueline Marques, o município não se encaixa nos critérios. Mas, caso se enquadrasse, teria interesse. 
Em contato com a 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), que refere-se às escolas da rede estadual, até o momento, nenhum educandário manifestou interesse.

CRITÉRIOS PARA ADERIR
Escola em situação de vulnerabilidade social e com baixo desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB); escola localizada na capital ou região metropolitana; escola que ofereça as etapas Ensino Fundamental II e/ou Médio e, preferencialmente, atenda de 500 a 1.000 alunos nos dois turnos; escola que possua a aprovação da comunidade escolar para a implantação do modelo.

Municípios gostariam de aderir ao programa (Foto: Luciana Mandler)






JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet