Vera Cruz - RS, terça-feira, 12 de novembro de 2019
Publicado 08/11/2019 » Geral
Greve do Judiciário completa 45 dias
Fonte: Jornal Arauto

A greve dos servidores do Judiciário do Rio Grande do Sul completa 45 dias nesta sexta-feira, dia 8, e não há previsão de término. A mobilização foi decretada em decorrência de um projeto de lei que quer a extinção do cargo de oficial escrevente.  A greve ocorre em mais de 70% das Comarcas, entre elas de Santa Cruz do Sul e Vera Cruz. 

Em Santa Cruz, dos 60 servidores, 35 participam do movimento. Em Vera Cruz, dos cinco trabalhadores, dois aderiram parcialmente à greve, deixando de trabalhar duas horas por dia, o que não tem interferido no andamento dos processos e na protocolação das ações judiciais. 

Já em Santa Cruz, desde a greve, somente serviços que envolvem demandas de urgência estão sendo realizados, conforme a oficial escrevente do Fórum, Elenize Valentim Lopes. Audiências e medidas protetivas, bem como questões relacionadas à saúde, vida e liberdade de pessoas têm sido encaminhadas. O restante dos processos estão parados, o que representa cerca de 28 mil. 
Sem grandes novidades, Elenize avalia a greve como positiva de certa forma, pois graças ao movimento, foi possível a derrubada da PL 93/2017, rejeitada pela Assembleia, que refere a extinguir o cargo de oficial escrevente e cria cargo efetivo serviço auxiliar oficial escrevente. 

A pressão do movimento grevista nesta semana fez ainda com que o Tribunal iniciasse a conciliação com a categoria. Representantes dos servidores e representantes do TJ se reuniram nesta quarta, dia 6, para falar das reivindicações. Nova reunião ocorre hoje.

Para os servidores é um passo importante e ocorre oportunamente na semana da conciliação promovida pelo Tribunal. “Queremos que o TJ negocie. O primeiro ponto a negociar é para o fim da greve, pois teremos que fazer um plano de trabalho para recuperar e compensar os dias perdidos para poder colocar o trabalho em dia. No fim, a sociedade também perde, pois está sendo prejudicada”, finaliza.

LICENÇA
Desde segunda-feira, dia 4, a juiza da Comarca de Vera Cruz, Fernanda Rezende Spenner, está de licença maternidade. O retorno às atividades deve ocorrer em agosto de 2020. Até lá, o juiz da Comarca de Candelária, Celso Roberto Mernak Fialho Fagundes assume interinamente. O andamento segue normal no Fórum, porém as audiências vão sofrer atrasos, tendo em vista que ocorriam quase todos os dias e vão passar a ocorrer apenas nas sextas-feiras, quando o Juiz virá à cidade.

Greve iniciou no dia 24 de setembro e afeta órgãos de Santa Cruz e Vera Cruz (Foto: Luiza Adorna/ Portal Arauto)


Comentários
Sem comentários publicados
Deixe seu comentário








JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet